sexta-feira, agosto 12, 2005

Futuro, o que guardas para mim??

Olá Pessoas,

Narrar ou filosofar?? Eis a minha problemática desta noite. Normalmente eu posto textos que narram partes da minha vida, ou então filosofo sobre algum sentimento que me toca. No momento não tenho grandes sentimentos e nem coisas interessantes para contar. Então acho que me resta a falar do futuro.

Futuro!! Novamente..... Futuro!! Quem não pensa no futuro?? Todos nós pensamos, não há dúvida. Alguns com esperança, outros com medo, ansiedade, motivação, tristeza, felicidade. O grande Stephen Hawking trata o tempo como uma coisa relativa, ou seja, que varia de pessoa para pessoa. O tempo não é universal. O tempo passa de uma forma para mim, e de outra forma para as outras pessoas do mundo.

Apesar disso ser uma premissa para uma possível viagem no tempo, esta possibilidade ainda não existe, e dificilmente existirá da forma que vimos, por exemplo, em De Volta para o Futuro, onde uma pessoa entra numa máquina e consegue ir e vir tranqüilamente, sem nenhuma limitação. O tempo é uma coisa que nos dá uma angústia muito grande. Mas é normal. Temos que saber sobreviver com isso.

Fico pensando na época em que esse filme foi produzido, 1985. Muita coisa mudou de lá para cá. Já se passaram 20 anos. Convido a todos a relembrarem o futuro, ano de 2015, imaginado pelo autor do filme. Antigamente eu até tinha curiosidade para saber se em 2015 as coisas seriam daquela maneira. Hoje, é claro, sei que não será. Deve ser um pouco mais desenvolvido que hoje, mas não teremos carros voadores e fornos de hidratação, com certeza.

Neste contexto, penso na minha vida. O que será de mim o ano que vem?? O que será de mim daqui há alguns anos?? Será que vou conseguir realizar meus sonhos?? Será que vou aproveitar a minha vida e não me arrepender quando estiver velho?? Será que..... Enfim!! Acho que são perguntas normais de todo estudante em fase de formatura.

Mas no meio de toda angústia, não posso esconder um pontinho de animação que me contagia. Tudo isso porque finalmente vou poder correr atrás de alguns sonhos. Vou mudar de vida, ter uma profissão que gosto muito, e, enfim, poder visualizar melhor algum curso no exterior, que sempre foi uma obsessão minha.

Enquanto isso, espero planejar a minha vida no estilo: “É melhor arrepender-se das coisas que fez, do que das que não fez”. Sempre adorei essa frase, mas nunca tive coragem de seguí-la totalmente. Mas agora, creio estar ganhando forças para tocar minha vida da maneira que sempre quis.

Abraços a todos, e fiquem com DEUS!!

3 comentários:

Rafael Carneiro Rocha disse...

Excelente texto. Típico de alguém que já domina a arte de fazer um blog. Em relação ao conteúdo, você pode ter certeza de que todos os formandos do planeta fazem as mesmas perguntas.

Erikita disse...

Gostei dessas fotinhas mexendo lá em cima!!! ficou legal! quanto ao texto não vou dizer nada, porque senão quem vai ficar angustiada sou eu. pensar no futuro é algo que me deixa muito nervosa! (embora isso seja necessário...). só espero que dê tudo certo! beijinho!

Did disse...

Eh mesmo... já se passaram 20 anos!!!! Como estou velha!hehehe...
sempre penso que o futuro nos reserva algo melhor do que temos hje... sendo assim... carpe dien! Eh soh a gente ir vivendo aos pouquinhos e fazer tdo certinho que as melhores coisas da vida chegam de vagarinho, mas para a eternidade!
Bjao
Did

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme