segunda-feira, março 13, 2006

A Nostalgia

Segunda-Feira de nostalgia e de novos rumos na minha vida. Quero apagar cerca de 60% do que eu era e guardar os outros 40% que eu acho que devam ser preservados. Até que enfim nada me impede de realizar os meus sonhos. Tô fora da Facomb. Não tenho mais vínculo lá. Já tenho diploma na mão(não literalmente). Não pertenço mais a Rádio Universitária. Não quero mais este tipo de problema para a minha cabeça.

Me sinto livre, apesar de toda nostalgia que me vem a mente. Mas não quero me apegar ao passado e sim ao futuro. Passado que, inclusive, eu quero divórcio. Foi muito bom o quanto durou, mas não me sinto bem olhando para trás. Há um mundo inteiro pela frente que eu quero aproveitar!! E se DEUS quiser irei aproveitar. Indo de encontro ao discuso da prof. Silvana na Aula da Saudades, eu quero o novo. E irei em busca disso.....

6 comentários:

Ludmilla Balduino disse...

A Silvana falou do tapetinho da porta? Ela é fofa demais, hehehe

Abraço, e boa sorte

maria cristina disse...

Oi Du!! Pensa assim do passado não!!Tudo valeu a pena né... hehehe!! Quero ver sua versão da festa da formatura oras!! bjao

ana carol disse...

é tão bom ter perspectiva do novo, ver a janelas e portas abertas a nossa espera. Du , espero que você seja muito feliz como jornalista
bjos

Rodrigo disse...

Olá Edu. Acho que todos nós acordamos no primeiro dia desta semana, diferentes. Abertos para uma nova vida, prontos para os desafios, com o inevitável frio na barriga. Que o sucesso e a felicidade não somente batam à nossa porta, mas também que entrem. Gosto demais de você. Você está na lista de convidados do meu aniversário de 100 anos. Abração

Fellipe Fernandes disse...

Dua,
o passado é como o próprio nome já enaltece: atrás, ficou, não volta, passou... Mas também pode significar mais: assim como em uma roupa, o passado pode deixar mais bonito, já que de pregas e vincos a nossa vida vai-se fazendo e desfazendo, ensinando e nos ensinando. Acho justo a sua vontade de não revê-lo. Mas não concordo com o litígio... seria muito chato não ter lembranças... e mais chato ainda não ter as lembranças que temos desses anos de faculdade, das amizades que construímos, ainda que algumas delas nos cause algum sofrimento.
Sejamos sempre confiantes no tempo, pois ele está sempre preparado a nos mostrar a como vivê-lo, mesmo com algumas dificuldades.
Abraço.

Erikita disse...

como estou escrevendo no dia do seu niver: parabéns!!!!!!!!!!!!!!! muitas felicidades hoje e sempre. e olha, espero que esquecer o passado não signifique esquecer os amigos, tá? tu é importante demais pra todos nós, seus amigos! mas olha mesmo pra frente, pq afinal o que a gente queria era isso: ser jornalista. é ou não é? te adoro!!!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme