segunda-feira, agosto 27, 2007

As dificuldades de postar

Ninguém avisou que ter um Blog seria algo fácil. Também ninguém disse o contrário. A verdade que passar para o papel milhares de pensamentos que me ocorre não é fácil. Deve ser por isto que demoro tanto para me arriscar a escrever alguma coisa aqui. Ainda mais porque, como um perfeccionista nato, não gosto de escrever por escrever. Sabe quando cada texto seu tem que ser o melhor da vida? É uma bobagem, mas isto acaba me podando. Mas, outro dia, deitei na minha cama, coloquei a cabeça no travesseiro e comecei a pensar. Ou melhor, pensar, pensar e pensar, como faço de costume. Acabei mentalizando um jeito de utilizar este espaço evitando todos os por menores que me impedem de escrever. Ao invés de postar um texto grande sobre alguma coisa, vou escrever várias idéias e visões desconexas. Sempre tentando transformar os meus pensamentos em frases agradáveis para leitura de meus visitantes. Mas também não vai ser uma regra. Poderei escrever textos grandes sempre que quiser. Bom, vamos ver no que dá. E vamos terminando este texto, que já está ficando bem grandinho, mais do que esperava!!

Manda outra
Este ano a prova do Estadão para o seu curso de Focas estava pra lá de banal. Cada pergunta sem noção. Saber o nome completo de Jorge Amado ou de Charles Darwin não é um conhecimento, acredito eu, muito útil.

Dinheiro Poupado
O melhor de não passar nesta prova é não precisar gastar dinheiro e voltar a São Paulo. De dívidas já bastam as que tenho, rs!!

Desorganização
Aliás, creio que meu blog é mais atualizado do que o site deste curso. Demoraram quase uma semana para colocar o gabarito da prova. Até hoje não colocaram a lista de aprovados.

Calor
Acho que vai demorar um pouco para voltar a reclamar do calor e da secura de Goiânia. Minha experiência pelos Andes foi mais do que suficiente para perceber que há lugares bem piores.

Sonhando acordado
Falando na caminhada montanha acima, esta viagem demorou tanto para ocorrer e foi tão corrida que até hoje não acredito direito de que tenha ido de verdade.

Crime
Estou ouvindo o som da televisão ligada no meu quarto. É “O Senhor dos Anéis – As duas Torres”. Neste momento está passando a parte que eu mais gosto de toda a trilogia. Só que o filme é dublado. Ou seja.....

É só rir e rir
É claro que sou suspeito para falar. Mas quem quiser rir, rir, rir e rir mais um pouco não pode perder ‘Os Simpsons – O filme’. Pensei que seria difícil dizer isto, mas Matt Groening e equipe se superaram de novo.

Acima da média
Pensei que ficaria decepcionado, já que não via como os produtores poderiam fazer algo novo e que ficasse tão bem feito e encaixado. Conseguiram!!

Haja idéias!
Me lembro que quando ‘Os Simpsons’ estava na 11ª. Temporada, li uma reportagem que falava sobre as dificuldades dos escritores de escrevem novas histórias, já que, naquela época a série já passava dos 200 episódios. Hoje está na 18ª. Temporada.....

Eu já sabia!
Conversando com amigos no início do Campeonato Brasileiro, disse que estava torcendo para o Goiás conseguir os pontos necessários para permanecer na Série A. Detalhe: na oportunidade o time estava entre os quatro melhores.

Descendo.....
Hoje ocupa a 9ª. Posição. E parece que ainda não está satisfeito.

Conteúdo
Para quem não gostou deste novo formato do meu blog um aviso: nas próximas pretendo escrever algo mais, digamos, aproveitável.

3 comentários:

Erika disse...

Tive aquela sensação de novo: a de que havia entrado no blog errado!...rs. Brincadeira! Adorei as suas "rapidinhas", tirando a parte em que vc falou de futebol..hhehee. Concordo com vc sobre o filme do Simpsons. É muito engraçado mesmo! Mas confesso que criei uma expectativa tão grande que acabei me frustrando um pouco. Mas nada grave, porque achei o filme engraçado mesmo assim. Só fiquei com medo de ir parar lá junto da tela do cinema, do tanto que vc chutava minha cadeira. Brincadeira de novo!..hehehe. E aí, que dia vamos combinar de sair todos para ficar batendo papo? Abração!

Hebert Regis disse...

Fala Eduardo. Não basta reformular, tem que escrever... eeheehehe. Cara, desestressa, escreve quando e como estiver a fim. Gostei do que escreveu.Abraço.

Fellipe Fernandes disse...

Bem, não sei se é o seu caso, mas normalmente é o meu: minha vó sempre dizia que desculpa de aleijado é muleta. Se for isso, te digo para desencanar, porque vc sabe que escreve com a alma e que isso, por mais que queiramos ser perfeccionistas, já é um indício de imperfeição insuperável. Se não for, vou te dizer pra desencanar do mesmo jeito: como diz nosso amigo Hebert-baiano-ao-estilo-despreocupado, o importante é escrever. O que você colocar aqui vai ser legal, porque sou teu fã...rs Abraço.

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme